Entenda o que significa a sujeira dos módulos fotovoltaicos.

Entenda o que a sujeira dos módulos fotovoltaicos pode representar, quando é a hora exata de efetuar sua limpeza e as melhores maneiras de desempenhar tal atividade.

Com a proximidade da temporada de seca e estiagem no Brasil, é importante estarmos atentos aos módulos fotovoltaicos e seu desempenho, afinal, certas medidas devem ser tomadas para seu bom funcionamento e rendimento, sem que haja danos na captação e obtenção de energia solar. As chuvas são grandes parceiras da limpeza desses sistemas energéticos, porém, em muitos casos, elas não são páreas para tamanho acúmulo de impurezas. 

Uma instalação profissional, garante maior longevidade ao seu módulo solar, mas, manutenções periódicas são primordiais para que o sistema funcione de maneira correta. Os resíduos acumulados nas instalações fotovoltaicas podem ser danosos e contribuir para a diminuição de energia gerada. Muitos dos nossos clientes não levam a sério a frequência de reparos e limpeza do equipamento, contribuindo para o mau funcionamento do mesmo. Mas, o que de fato significa a sujeira dos módulos fotovoltaicos? 

A seguir, preparamos um conteúdo pra lá de interessante, visando tirar todas as suas dúvidas sobre essa e outras temáticas. Não deixe de ler até o fim para compreender o que a sujeira dos módulos fotovoltaicos pode representar. Nos escreva para dizer o que achou.

Mas afinal, o que a sujeira dos módulos fotovoltaicos pode representar?

É muito comum que haja sujeira concentrada nos reservatórios energéticos, principalmente diante das exorbitantes mudanças climáticas, porém, o acúmulo de impurezas faz com que os módulos fotovoltaicos passem por redução de irradiação, comprometendo sua eficácia, o que os leva ao risco de superaquecimento de células.

A sujeira dos módulos fotovoltaicos, nada mais é do que um reflexo climático contido no ambiente e que carece de periodicidade de limpeza profunda, para que seu funcionamento não seja comprometido. Quando há acúmulo de impurezas na placa de energia solar, há também um baixo desempenho da vida útil desses aparelhos, colocando-os em risco, além de representar prejuízo aos proprietários do sistema.

Além de interferir diretamente na geração de energia, a sujeira presente em certas regiões dos módulos fotovoltaicos, pode, em casos mais intensos, motivar seu sombreamento parcial, juntamente com pontos de superaquecimento e ainda, influenciar a ocorrência de abalos térmicos, facilitando o aparecimento de microfissuras nas células e reduzindo em produção energética a níveis superiores a 20% de sua capacidade natural. Uma pequena camada de poeira já é o bastante para restringir os níveis energéticos em até 5%. Todos esses impactos são extremamente prejudiciais aos módulos de energia solar, podendo ser irreversíveis em certos casos.

Como descobrir se meu módulo fotovoltaico precisa de limpeza?

Alguns indícios podem sinalizar que os sistemas fotovoltaicos estão carecendo de limpeza. O principal deles é a redução do desempenho energético, ou seja, diminuição da geração de energia, comprometendo a funcionalidade total deste sistema. É possível observar se a capacidade do módulo fotovoltaico está comprometida através de equipamentos do tipo MLPE (module-level power electronics), ou, então, fazendo uso de inversores convencionais. Quando quedas energéticas passam a ser habituais, é importante averiguar o estado de limpeza dos módulos solares, para que assim a limpeza seja efetuada, caso necessário, não havendo futuros problemas ao gerador solar.

Como limpar corretamente o módulo fotovoltaico?

A limpeza e  manutenção dos sistemas fotovoltaicos deve ser feita, pelo menos, uma vez ao ano. Em localidades áridas ou com baixa incidência de chuvas, recomenda-se um check up geral a cada 6 meses. Observe as condições em que seu módulo se encontra e contacte um serviço de limpeza caso haja necessidade.
Atente-se a algumas dicas valiosas quando for realizar a limpeza de seu equipamento:

  • Antes de qualquer coisa, certifique-se de que o sistema fotovoltaico está desligado, dessa forma você evita maiores acidentes.
  • Selecione um dia apropriado para a limpeza do equipamento. Evite dias nublados ou chuvosos e opte sempre pelo turno da manhã ou da noite. Quando há incidência intensa de raios solares, a limpeza acaba sendo dificultada devido a evaporação da água.
  • Evite o uso de produtos ou equipamentos cortantes que possam apresentar risco aos módulos solares.
  • Sob nenhuma hipótese pise nos painéis fotovoltaicos. Por serem constituídos por materiais sensíveis, qualquer tipo de carga ou força abrupta pode gerar impacto na funcionalidade do equipamento, podendo ser irreversível.
  • Utilize equipamentos de proteção para a realização da limpeza dos módulos e, se possível for, contate profissionais para desempenhar a atividade com qualidade e segurança.

Esperamos que nossa postagem tenha feito você entender, de fato, o que a sujeira dos módulos fotovoltaicos pode representar para o seu investimento. A limpeza periódica é mais do que necessária, sem contar que, quando realizada, os níveis de geração solar são recuperados, podendo ser facilmente perceptíveis.
Não deixe para a última hora e procure um profissional para uma limpeza mais abrangente

paulodenardi

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *